Edição de Fevereiro 2017: trocamos a capa - escolhemos uma foto com peças mais leves e cheias de cor - e também o teor da edição a fim de torná-la mais atraente nas bancas no país.

Na imagem acima, temos a mesma edição com o mesmo conteúdo, mas em países diferentes: à esquerda a capa de Portugal, ao centro a publicação original alemã e à direita, nossa capa brasileira nacionalizada.

No imaginário do brasileiro sempre permeia cor e atitude nas mídias: por isso, na nossa versão dos projetos sempre adaptações eram feitas a fim de haver maior identificação com a marca. Além do mais, a sazonalidade foi muito interessante de ser trabalhada aqui no hemisfério sul (por ex, nosso especial de Natal da revista mensal no Brasil era em pleno verão e recebíamos um material que sempre precisávamos de criatividade e da ajuda do nosso sempre amigo Photoshop para driblar com classe).

Acima, o ecossistema que criamos no Brasil - e que foi replicado em outros países: tendo a revista mensal como ponta do iceberg e as redes sociais como difusora de nossos projetos, pudemos rodar o conceito de "Do It Yourself" em muitas frentes. Muito grata de ter coordenado visualmente todas essas ações.

Nossas primeiras edições no Brasil: desafios e muito aprendizado com o público.

Vídeo em homenagem ao dia da costureira. Motion feito com amor, carinho e After Effects.

Edições especiais em fascículos, o que impulsionou as vendas da revista mensal.

Motion para lançamento da revista do mês, utilizando apenas fotos daquela edição.

Tivemos a oportunidade de trabalhar com submarcas criadas no Brasil e criar um projeto de capacitação pioneiro (veja abaixo).

Talvez meu maior prêmio como designer não tenha sido nenhuma medalha, mas diagramar apostilas do nosso curso de capacitação - que se tornou possível via Lei Rouanet - e que ensinou mais de 1000 pessoas em situação de vulnerabilidade social (na maioria mulheres e muitas analfabetas funcionais) a costurarem e empreenderem, devolvendo dignidade a suas vidas.

No Natal de 2015, lançamos a Burda Crafts, com matérias brasileiras e outras nacionalizadas.

Criamos uma parceria com o Sebrae e numa reunião nada formal batizei o projeto com o nome de “Meu negócio é costura”, tendo uma página dupla todo mês na revista.

Botar a mão na massa era a palavra de ordem: aprendemos a transmitir lives...

...e interagir com mais esse canal.
Foi bem divertido!

Storytelling aqui foi algo muito natural:  para criar ecobags comemorativas, eu me voltei para a própria história da marca, com uma carinha retrô repaginada - todas as blogueiras de costura queriam uma! Foi tanto sucesso que mais tarde até vendemos em nossa loja virtual.

Material promocional para feiras.

Estande para feira de artesanato do quadro "Burda na TV", parte do programa "Vida com Arte", da TV Aparecida
Feira Burda Expo 2015: cenografia, folheteria, brindes, sinalização e artes para mídias sociais.
Feira Burda Expo 2015: cenografia, folheteria, brindes, sinalização e artes para mídias sociais.
Produção de cenário para o quadro Burda na TV do programa Vida com Arte:
com materiais baratos e criativos, usamos toda a tradição burda para criar um clima aconhegante. Muita mão na massa!

Você também pode gostar destes projetos:

Back to Top